quinta-feira, 27 de junho de 2013

Manifestação em Petrolina e Juazeiro leva milhares de pessoas as ruas. "O Vale Acordou"

uinta-feira, 20 de junho de 2013, foi um dia histórico, para Petrolina e para todo Brasil, as manifestações que aconteceram de norte a sul do País, encheram de esperanças o nosso povo, pois, elas demonstraram claramente que o Brasil acordou, e despertou com vontade de dar um basta nos desmandos que vem ocorrendo em todas as esferas de poder.

A manifestação “O VALE ACORDOU” foi muito bonita e tranquila. Alguns podem até querer argumentar que eram só jovens, e se fosse? O futuro é deles, mas não era. Tinham muitas famílias, senhoras, senhores. Observo que a população de forma madura e consciente começa a mostrar para as autoridades quem realmente detém o PODER. Quando falo isto, estou me referindo às manifestações gerais, que estão acontecendo em todo País, não só aqui em nossa cidade e região. Portanto, os detentores de mandatos, precisam olhar atentamente para os recados que as ruas estão produzindo.
Fora a questão do PASSE LIVRE, por enquanto, os protestos e manifestações estão um tanto quanto difusos, porém, logo as prioridades serão estabelecidas, umas mais imediatas, outras, mais a médio e longo prazo, aí sim, as autoridades estarão frente a frente com a realidade e terão que enfrentar para valer o grito das ruas. 

As ruas estão realçando todas as aspirações e sonhos da sociedade, negligenciados pelos governantes ao longo dos anos, por isso, explodiu, cansou, o povo não suporta mais governantes teocráticos, que se julgam acima do bem do mau, que decidem sem pensar no povo, mas, em grupos e pessoas que apoiaram suas campanhas; não suporta mais ver colarinhos brancos condenados debochando do povo e da justiça; não suporta mais ver políticos determinando seus próprios salários, dobrados às vezes, da noite para o dia, sem se quer explicar a quem realmente paga; não suporte mais ver idosos e crianças morrem nas filas dos hospitais, e virarem noticias na imprensa como uma coisa banal; não suporte mais um sistema educacional incapaz de resistir a uma comparação com o sistema de ensino de países pequenos e mais pobres de nosso continente; não suporta mais ter seu direito de ir e vir interrompido por uma violência sem controle, amparada na impunidade; não suporta mais ver a cada dia, os governantes cobrarem mais e mais impostos, e não ter retorno em serviços públicos de qualidade; não suporta mais a legislação eleitoral que torna os executivos reféns de parlamentares inescrupulosos; enfim, o povo cansou, e reclama saúde e educação de qualidade, respeitos as leis, ética, combate a corrupção, justiça social, segurança publica, controle da inflação, seriedade no trato da coisa publica, combate ao desperdício, em fim, tudo que diz respeito à melhoria na qualidade de vida das pessoas e no desenvolvimento do País. Por tudo isso o povo tem mesmo é que ir para as ruas, protestar, reclamar, gritar. Só assim aqueles que ao assumirem seus cargos, perdem a audição, voltarão a ouvir.
E hoje, como um bom começo, se fosse fazer uma escolha, para início ao combate a corrupção, elegeria de imediato, a conclusão do processo dos MENSALEIROS, que foram julgados, condenados, mas continuam soltos, porque não houve a execução das penas, num claro desrespeito a sociedade, desmoralização da Justiça e incentivo aos desmandos. O Ministro Joaquim Barbosa, até que é bem intencionado, e tem tentado, mas, infelizmente uma única voz. Talvez agora o povo dando apoio as coisas aconteçam.
Como dizia um cartaz na manifestação: “Está faltando ordem nesse progresso”. Realmente.
Texto de Joaquim de Castro Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PROJETO ALUNO NOTA 10 - COLÉGIO ESTADUAL DONA GUIOMAR BARRETO MEIRA

Como S er um Aluno Nota 10 O ensino fundamental não tem esse nome à toa. A partir de agora, você passará o dia inteiro fora...